Por que transformação digital? Como começar a aplicá-la?

De repente, a pandemia da COVID-19 obrigou a migração do trabalho que era feito no escritório, com diversos colaboradores compartilhando o mesmo ambiente, para o trabalho em home office, que impôs novos hábitos e uma nova forma de trabalhar em equipe.

As ferramentas de colaboração que permitem interações por texto, voz e vídeo, e outras que possibilitam um acompanhamento da produtividade, tornaram-se essenciais. O que nos leva a pergunta: a transformação digital precisa ser pensada como imperativo de sobrevivência para os negócios?

A resposta, na verdade, é que essa transformação já começou, portanto ela já está sendo pautada por todas as empresas. Ou seja, ela deixou de ser apenas tema de palestras e artigos para acontecer por imposição, transformando muitos dos processos que conhecíamos e acelerando mudanças na forma de gestão em tempo recorde.

Tendo em vista a mudança já em curso e passada a fase “adaptar para sobreviver”, o que precisa ser pensado para que as empresas favoreçam a inovação e continuem a crescer nesse período que, de acordo com especialistas, será de retomada gradual (e lenta)?

Separamos alguns tópicos para ajudar vocês:

#1 Investimento em segurança da informação:

Talvez óbvio, mas esse é o primeiro ponto que precisa ser pensado. Os dados das empresas são considerados atualmente como os ativos mais valiosos da instituição. É necessário, então, gerenciar o tráfego da rede, proteger as informações, assegurar a confiabilidade dos dados, proporcionar a validação de acessos de forma segura, entre outros mecanismos de proteção.

E mais: é importante pensar a proteção dessas informações em todos os pontos de processamento, armazenamento e transmissão de dados sem os protocolos que se limitam apenas aquele determinado espaço físico.

Com os riscos aumentados devido ao uso de computadores não corporativos, as ameaças ganham força por falta de controle e aplicação de boas práticas. Sendo assim, é crucial realizar levantamento de quais dados são processados pela sua empresa e em que locais eles estão para criação e aplicação de um protocolo avançado de segurança.

Veja também: Dicas para um home office seguro

#2 Virtualização dos negócios:

Considerada parte importante da transformação digital, a virtualização deve ser vista como fator estratégico para os negócios, principalmente pelo seu poder de maximizar os recursos computacionais.

Há diferentes tipos de virtualização, compreendendo desde data center até o seu desktop. Mas o seu conceito principal é tornar um sistema ou aplicação disponível em qualquer máquina.

Ou seja, contar com a virtualização agora é ter a certeza que o seu negócio consegue se libertar da obrigação de ter o funcionário preso ao escritório para garantir que ele tenha acesso a todas as ferramentas de trabalho e dados necessários onde quer que ele esteja, e com todos os requisitos de segurança garantidos.

#3 Adoção de ferramentas para otimização do fluxo de trabalho:

Nós sabemos que durante o surto de COVID-19 a sua empresa adotou (ou passou a utilizar) ferramentas que possibilitam se comunicar com equipes e colaboradores através de chats e chamadas por voz e videoconferência. Mas digital não quer dizer apenas remoto.

É preciso pensar as soluções de TI como agregadoras no ambiente de trabalho, seja no escritório ou em home office. Portanto, invista em ferramentas como as que possibilitam a criação de listas de tarefas, o acompanhamento e gestão das atividades dos funcionários, uma melhor experiência de colaboração, alavanquem os níveis de produtividade e permitam a automação de processos.

Veja também: Como gerenciar melhor seu tempo em home office

#4 Qualificação profissional:

De acordo com Scott Engler, Vice-presidente, Consultor de CFO/CHRO e evangelista do Gartner TalentNeuron, mais de 58% das forças de trabalho relatam transformações de habilidades desde o início da pandemia. Seja o responsável por pautar essas mudanças e direcioná-las para o caminho correto.

Comece entendendo as habilidades que o seu quadro profissional tem hoje, de que forma os diversos setores podem trabalhar em conjunto para impulsionar a inovação, como esses colaboradores podem fazer um compartilhamento de conhecimento.

Em segundo lugar, pense onde a sua empresa quer chegar e quais serão as skills necessárias para isso, realize um programa interno de desenvolvimento de talentos e invista em employer branding para atrair e reter bons talentos.


Agora que você possui todas essas informações, que tal investir em transformação digital?

Fale com a gente e descubra soluções que resolvem seus problemas de negócio e possibilitam trabalho remoto, gerenciamento, segurança e agilidade.

Inscreva-se para receber mais conteúdos como esse (não se preocupe, não enviamos Spam):