Texto: Natália Nascimento
Revisão: Antônio Carlos Barros
Edição: Adriana de Moraes

Conheça os cuidados necessários ao instalar softwares no computador da empresa, mesmo estando em casa

Além de todas as mudanças causadas pela pandemia do Covid-19 no contexto social, ainda foi necessário para grande parte dos profissionais adaptar-se ao trabalho em home office de forma repentina. Para alguns, é a primeira vez que é necessário fazer isso por mais de um dia na semana. 

Neste momento delicado, o home office surge como um “presente” da tecnologia que nos permite levar para casa o trabalho que normalmente seria feito no escritório, repensar a nossa forma de trabalho e, claro, manter as pessoas protegidas enquanto freamos a disseminação do contágio. 

Para os profissionais acostumados com “a pessoa” do TI na empresa, responsável pelo monitoramento das instalações nas estações do trabalho, é necessário atenção para as regras e políticas da empresa para instalação de software. É preciso lembrar que o cuidado deve ser o mesmo dentro e fora da empresa, por isso tais políticas devem continuar a ser respeitadas. 

Listamos 4 razões pelas quais você deve seguir as boas práticas para uso de software no trabalho remoto e falamos os porquês do cuidado que devemos ter ao instalar softwares no equipamento da empresa. Vamos conferir?

  1. Pode prejudicar a sua reputação e a confiança dos líderes em você 

Primeiro ponto a ser observado é em relação a reputação e ética no trabalho. Sabe aquele amigo(a) para quem você conta todos os seus segredos? Imagine descobrir que essa pessoa conta tudo o que você confiou a ela a outra pessoa assim que vira as costas. Como se sentiria? 

Pronto. Para o seu empregador, se você segue todas as políticas e regras acordadas no momento da contratação e, na primeira oportunidade, deixa de seguir essas regras apenas porque não está no mesmo ambiente físico dos seus líderes, um elo de confiança é quebrado e sua reputação é imediatamente prejudicada. 

Trabalhar em home office requer a mesma postura ética que você adotou desde o início da sua vida profissional. Sendo assim, o ideal é permanecer com a mesma postura que se tem no trabalho, passando confiança de que as demandas estão sendo atendidas no prazo acordado e as regras da instituição (inclusive as de uso de software) estão sendo seguidas. 

  1. Pode ser uma distração para o trabalho  

Trabalhar de casa requer muita disciplina e responsabilidade para manter a rotina semelhante a do dia-a-dia da empresa. Instalar um software para tentar se distrair ou ter um momento de descontração pode prejudicar o rendimento no trabalho.  

Manter o foco no que precisa ser feito, manter uma rotina de trabalho, ter horário definido para iniciar e finalizar o trabalho, vai te ajudar a ter mais produtividade. 

+ Dica extra: Recomendamos o uso do Planner para definir suas atividades do dia/semana. 

  1. Risco de demissão por quebrar políticas da empresa 

Outro ponto importante: algumas empresas têm políticas severas para evitar que o usuário faça downloads e instalações de softwares que não foram anteriormente autorizados pela equipe de TI, mesmo quando estamos fora do espaço físico da instituição. Diversas empresas, por exemplo, pedem que o colaborador assine um termo de responsabilidade no ato da admissão que proíbe instalações de softwares sem autorização. 

No entanto, sabemos que na internet encontramos maneiras de burlar e conseguir fazer tais instalações, mas antes de fazer isso lembre-se sempre que desrespeitar as políticas da empresa pode acarretar em demissão

  1. Risco de roubar informações sigilosas e dados pessoais 

Por último, mas não menos importante, vamos falar de segurança. É importante lembrar do risco ao instalar um software pirata, principalmente no computador que utilizamos para o trabalho. O uso do software pirata aumenta a chance de exposição a vírus e malwares que levam a danos como perda/roubo de dados e senhas (de funcionários e/ou de clientes) e uso não autorizado desses dados. 

Em um exemplo bem conhecido, podemos citar o famoso o Cavalo de Troia, um malware, que tal como na história, age no computador criando uma porta para uma possível invasão. Essa brecha de segurança torna possível roubar informações sigilosas, dados pessoais, dados bancários e senhas do usuário, o que pode causar danos financeiros e reputacionais à empresa.  

Para finalizar, ressaltamos a importância das boas práticas do uso do software e damos uma dica bem simples para quem de fato necessita instalar um programa:  entre em contato com o TI da sua empresa e verifique a autorização para instalação para não ter problemas futuros.

Fale com a gente caso queira obter mais informações sobre licenciamento e gerenciamento de software.