A Segurança se tornou um dos temas mais debatidos quando o assunto é Internet. E não é para menos, já que em 2017 o número de incidentes cibernéticos dirigidos às empresas quase duplicaram, eram 82 mil em 2016 e 159,7 mil em 2017. 

Por isso, separamos 5 dicas que vão te ajudar a evitar a exposição de dados pessoais e outras informações importantes. Confira: 

#1 Mude as senhas e as configurações padrão 

Essa é uma dica simples, mas extremamente importante. As senhas são a porta de entrada mais fácil para um hacker. Crie regras para as senhas (com letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos, já é um bom começo) e mude-as com frequência. 

#2 Use ferramentas que garantam a segurança e privacidade dos seus dados 

Algumas ferramentas da Microsoft auxiliam na tarefa de manter a segurança dos dados e garantir a sua privacidade. Como é o exemplo do Microsoft Edge, que permite a navegação no modo anônimo (InPrivate), garantindo sua privacidade, permitindo a exclusão dos dados de navegação, desde sites visitados e cookies até senhas salvas e informações de formulários. Além disso, algumas ferramentas como Windows Hello e Windows Defender aumentam o nível de segurança no acesso e no uso dos seus dispositivos. 

#3 Não ignore as atualizações dos sistemas operacionais e dos softwares 

O segredo é usar sempre a versão mais atual do seu sistema operacional. A cada nova versão, o sistema operacional corrige possíveis falhas e fica mais forte contra os ataques. Mantenha sempre os firmwares (softwares dos programas) atualizados, para que não apresentem problemas de incompatibilidade ou no processamento de dados. 

#4 Fuja dos programas piratas

Softwares ilegais oferecem diversos riscos para a sua segurança, já que um programa alterado para distribuição ilegal pode incluir mais facilmente um vírus. Além disso, esses programas precisam de arquivos conhecidos como “cracks” que normalmente exigem permissões administrativas, facilitando uma possível invasão. 

#5 Faça uma barreira eficiente com firewalls

Os firewalls são dispositivos de segurança da rede que monitoram o tráfego de entrada e saída e permitem ou bloqueiam tráfegos específicos de acordo com um conjunto definido de regras de segurança. Esse tipo de proteção serve tanto para empresas quanto para residências, protegendo os dados na rede e a confidencialidade deles. 

♦ Dica extra: Mais segurança para o seu negócio: conheça os antivírus e antimalwares fornecidos pela HSBS.