Na última terça-feira (27) a Europa e os Estados Unidos começaram a sofrer com um novo ataque em larga escala e ainda mais devastador que o WannaCry (que assolou o mundo em abril). Novamente, o Brasil não ficou ileso e já possui várias vítimas.
O Petya ou Petwrap, como também é chamado, envia arquivos maliciosos que infectam computadores com Windows e criptografam todos os seus arquivos, independente de onde estejam, inclusive na nuvem, pedindo um resgate no valor de US$ 300 para a liberação de cada máquina.As versões alvos deste ataque são: Microsoft Office 2007 SP3; Microsoft Office 2010 SP2; Microsoft Office 2013 SP1; Microsoft Office 2016; Microsoft Office 2016; Microsoft Windows Vista SP2; Microsoft Windows Vista SP2; Windows Server 2008 SP2 e Windows 7 SP1.

Após o caso do WannaCry, a Microsoft  liberou rapidamente (11 de abril) um pacote de  atualização dos sistema operacional, inclusive para versões antigas que já estavam fora do período de suporte. Em se tratando deste novo Ransomware, existe um aproveitamento de novas vulnerabilidades e apenas quatro dos 61 antivírus disponíveis no mercado hoje seriam capazes de proteger os usuários.

Como dica, segue o passo a passo de instruções da Microsoft para sua proteção:

  1. Faça uma nova verificação de atualização de segurança nos sistemas operacionais da Microsoft;
  2. Atualize as vacinas do antivírus;
  3. Conscientize os usuários sobre a ameaça e arquivo;
  4. Acesse de forma recorrente o Guia de Segurança da Microsoft.

 

Projeta seus dados dos ataques virtuais! Quer saber como? A HSBS tem a solução pra sua empresa. Entre em contato conosco!

 

Jeane Ferreira

Marketing Specialist